Últimas Notícias

Iniciou no último domingo a segunda etapa de vacinação de febre aftosa

A segunda etapa de vacinação contra febre aftosa começou no último domingo (01) e segue até o dia 30 de novembro. Nesta etapa é obrigatória a vacinação de todo o rebanho bovino e bubalino, de mamando a caducando. Estima-se que em Alta Floresta cerca de 625 mil animais sejam vacinados. A comunicação da imunização do rebanho pode ser feita até 10 de dezembro no escritório do Indea.

“De acordo com os dados preliminares a filtragem da pré-etapa do nosso sistema do Idea, seria na base de 625 mil cabeças esse numero porem é um numero que ainda esta sendo atualizado porque sempre esta quantidade esta sujeita a alterações”, em Alta Floresta esta localizada a sede regional que atende seis municípios nas proximidades, “a nossa regional que atende seis municípios gira em tono de dois milhões de cabeça a serem vacinadas”, destacou Alessandro Aquino Costa Veterinário Adjunto do Indea.

A multa para quem deixar de vacinar o rebanho dentro do período da campanha é de 2,25 em UPF (Unidade Padrão de Fiscal) por cabeça de gado não vacinado. O produtor que atrasar a comunicação fica impossibilitado de emitir Guia de Trânsito Animal (GTA) por um período mínimo de 30 dias.

A gravidade da aftosa não decorre das mortes que ocasiona, mas principalmente dos prejuízos econômicos, atingindo todos os pecuaristas, desde os pequenos até os grandes produtores. Causa em consequência da febre e da perda de apetite, sob as formas de quebra da produção leiteira, perda de peso, crescimento retardado e menor eficiência reprodutiva. Pode levar à morte, principalmente os animais jovens; As propriedades que têm animais doentes são interditadas; A exportação da carne e dos produtos derivados torna-se difícil; Provoca aborto e infertilidade; Os animais doentes podem adquirir com maior facilidade outras doenças, devido à sua fraqueza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top